Genro de Donald Trump sugeriu linha direta com russos

Segundo o jornal The Washington Post, o embaixador russo nos EUA, Serguei Kislyak, teria informado a seus superiores em Moscou que Kushner sugeriu a criação desse canal num encontro no início de dezembro. Período de transição presidencial, na Trump Tower, em Nova York.

As revelações de Kislyak ao governo russo teriam sido interceptadas pela inteligência norte-americana. O jornal, por sua vez, conversou com funcionários do governo em Washington que dizem ter tido acesso a essas informações.

De acordo com essas fontes, Kushner e Kislyak falaram em estabelecer um canal “secreto e seguro”. Utilizando instalações diplomáticas russas na capital dos EUA. O objetivo era evitar a inteligência norte-americana ainda sob controle do governo do ex-presidente Barack Obama. O general Michael Flynn, que mais tarde seria nomeado conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca. Também teria participado da reunião na Trump Tower – Flynn teve que renunciar ao cargo poucas semanas depois. Após a posse justamente por ter mentido sobre seus contatos com Kislyak.

JBS-Friboi DELATA MICHEL TEMER E AÉCIO NEVES: É o Fim da linha para o Senador Minieiro

Reinaldo Cruz | Minha Ótica Sobre Politica |




Na tarde de quarta-feira passada, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entraram apressados no STF e seguiram direto para o gabinete do ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação.

É uma delação como jamais foi feita na Lava-Jato:

Nela, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding…

Ver o post original 99 mais palavras